Pão da Sophie

Hábito Tóxico n. 1: O seu leitinho de cada dia

Muitos conceitos sobre saúde e bem-estar na nossa sociedade ocidental são fundamentalmente errados.  Eles foram repassados através nossas famílias e ensinados nas escolas, com base na mais pura ignorância. Não digo que as intenções não eram boas. É a tarefa de casa de estudar que foi substituída por repetições cegas. Acreditar nos “papagaios” que – ao nosso ver – tinham alguma credibilidade, foi a referência que bastou para ficar cultivando falácias em relação à saúde. Além disso, a indústria e a mídia estão investindo bastante, gastando uma grana para perpetuar tradições e hábitos tóxicos. O fato é: Acabamos acreditamos sem questionar.

O mito de ter que beber leite para o cálcio é um dos maiores mitos. Sei que cada vez mais, as pessoas estão se ligando sobre o tema, mas me dei conta que eu não tinha tomado o tempo de explicar o porquê era tão importante. Lembre-se. O que quero é que você estude bastante, para que ninguém engane mais você e para que você resgate a sua soberania sobre sua saúde e seu corpo.

Então…  Essa falsa verdade (tomar leite para ter cálcio) está danificando a saúde de milhões de pessoas, de todas as idades, todos os anos, e aproveito para reforçar que as propagandas enganosas da indústria farmacêutica prejudicam muita gente pela mesma ocasião. rs.

Quando a gente opta por fazer escolhas alimentares baseadas em hábitos ao invés de utilizar o nosso alinhamento com as forças da natureza, esses hábitos podem criar condições tóxicas dentro dos nossos corpos, que resultam em doenças sérias ou até óbito.

O Leite

leite de vaca é para vaca

O leite de vaca é para vacas.

Não tem problema em tomar leite a partir do momento que nasce até seus dois aninhos. Obviamente, tomar o leite de SUA MÃE, que é fresco, cru e natural. Idealmente, a mãe deveria estar numa alimentação altamente energética e nutritiva crua, antes e durante a gravidez.

Breastfeeding_a_baby

O leite de vaca é mais rico em proteínas, minerais e gorduras do que o leite humano, por conta da necessidade dos bezerros, que têm de crescer 150-250 quilos em um ano! É claro que os bebês humanos não cresçam tão rápido assim. É por isso que o leite de vaca tem pelo menos 4 vezes mais proteínas e mais de 6 vezes mais minerais que o leite humano. Sendo assim, um leite tão concentrado (o leite de vaca) é muito difícil de digerir para infantes. A produção das enzimas humanas responsáveis pelo processamento dos laticínios é bem inferior à produção dessas mesmas enzimas pela vaca.

E, sem as enzimas certas nas quantidades certas, os bebês humanos sofrem problemas digestivos e congestão de muco nos seios nasais, pulmões, cérebro e orelhas. Muitos tipos de alergias são também criados a partir dessa congestão excessiva proveniente do consumo de laticínios.

Adultos não conseguem digerir leite NADA e muitas vezes, acabam por desenvolver problemas de congestão muito sérios. O leite de vaca contem pouco ácidos graxos essenciais que são vitais aos seres humanos para a produção de colesterol sistêmico, esteróides, tecidos cerebral e neural, etc. Além disso, ele irrita a mucosa do trato digestivo, causando mais muco ainda!

E se ainda por cima, você come ámidos (lembra da tapioca que está tão em alta ultimamente? rs…), ai sim, você se prepara uma placa mucóide grossa na parede intestinal, que com o passar do tempo, irá dar luz à doenças autoimunes intestinais, inflamações e quadros degenerativos crônicos de vários tipos.

O leite de vaca cru é mais para o crescimento do esqueleto e dos músculos (dos bezerros, já falamos). O leite humano é mais para o crescimento neural e cerebral. É uma das principais diferenças entre frugívoros e herbívoros.

Sabe o ator Americano John Wayne?

john-wayne

Quando morreu, encontraram 25 quilos (aham!! leu certo) de matéria fecal compactada dentro do intestino dele. Isso é o que acontece quando come o que não é o que a natureza planejou para você e quando não desintoxica. Causa inflamações diversas, diverticulite, e fraqueza do tecido da parede intestinal. Mais cedo ou mais tarde, leverá a intervenções cirurgicais em que cortam pedaços de seu intestino fora, ulcerações, lesões e cânceres.

Como se isso não fosse o suficiente, a gente cozinha (pasteuriza) o leite de vaca. O calor altera a química do leite, deixando ele altamente ácido. Destrui todas as vitaminas solúveis em água, especialmente vitamina C e vitaminas do complexo B. Satura as gorduras e liga algumas proteínas a minerais e alguns minerais juntos.

Milk splash

Sabe o que acontece quando dá leite pasteurizado ao invés do leite fresco e cru da mãe vaca para um bezerro? Ele MORRE.

muco

Muitas condições respiratórias e linfáticas, gripes, resfriados podem amplamente ser atribuídos à congestão devido à laticínios. Os laticínios são altamente formadores de muco e constipam a bessa!

Muco, seja ele claro, amarelo, verde, marrom ou preto, tumores, linfónodos inchados, especialmente amígdalas, tudo isso vem do consumo de laticínios.

tireoide

As glândulas tireóide e paratireóide são localizadas na garganta. Elas ficam muito congestionadas com muco quando ingere laticínios, deixando elas em condições de hiper- ou mais provavelmente, hipotireódismo. O B.O. é que elas são responsáveis pela utilização do cálcio do seu corpo. E quando elas não funcionam, temos carência de cálcio ao nível celular. Isso cria uma série de condições chatas, tais como depressão, fraqueza dos tecidos, ossos, músculos, nervos, e tecidos conjuntivos.

As maiores concentrações de cálcio são encontradas em sementes de gergelim e algas como a wakame.

O cálcio precisa de magnésio para ser devidamente utilizado pelo corpo. Há magnésio em frutas e vegetais verdes escuros, em quantidades compatíveis com o cálcio. As folhas verde escuro são riquíssimas em cálcio, magnésio e flavonoides, cada um desses elementos precisa dos outros para ser bem utilizados.

No leite de vaca, há muito mais cálcio do que magnésio. Na verdade, apenas 20% do cálcio do leite de vaca é “aproveitado”. A gente utiliza mais cálcio dos sucos de frutas do que do leite de vaca.

Quando o leite é cozido, os minerais tornam-se ionizados, tendo efeito ácido no corpo. Contribui à formação de pedras, fraqueza muscular e inflamação do trato digestivo, entre outras condições.

Não adianta tomar dosas altas de cálcio em forma de suplementos e tomar litros de leite. Terá osteoporose só. Temos que começar a pensar em utilização bem feita ao invés de suplementação química. Dosas altas de cálcio não são as resposta; a utilização correta do cálcio no corpo é.

Os parasitas são um outro resultado do consumo de laticínios. Estimamos que 60% das vacas Americanas tem um ou mais dos seguintes parasitas: vírus da leucemia, salmonella, vírus da tuberculosa. Alias, 10 anos atrás, vi num documentário que mais de 85% das vacas americanas tinham leucemia CRÔNICA! Que horror de estatística né? Pois é…

Esses parasitas amam fartar nesse muco e nessa congestão toda!

E agora?

Agora, vamos usar a cabeça, se amar muito e fazer a receitinha abaixo, que fica uma delícia!

Se gostar, curte o vídeo que me ajudará a difundir saúde e vida boa para o mundo! Clique AQUI e inscreva-se no Canal para não perder nenhuma novidade.

Se quiser aprender em detalhes sobre os impactos do leite de vaca na sáude humana, confira essa vídeo-aula.

Se quiser transmutar sua vida SEM laticínios e não sabem por onde começar, confira esse E-book com cerca de 50 receitas de substitutos! Leites, manteigas, cremes, queijos, iogurtes e sorvetes, nada lhe faltará, e tudo, simples, com muita saúde e PRAZER!

Um abraço do lado do coração! <3

Anne-Sophie Bertrand
Me siga!
Últimos posts por Anne-Sophie Bertrand (exibir todos)
Compartilhe este Pão
Deixe uma resposta

Seu carrinho

0

Nenhum produto ainda, visite nossa loja