Pãozinho de abobrinha – o melhor até hoje!

Quando provei esta versão, ficou ainda melhor do que a prévia… E como sempre, o milagre acontece quando você erra ou que você usa um ingrediente no lugar do outro. Foi bem o que aconteceu. E hoje vou compartilhar com vocês o que vai se tornar um pão cotidiano aqui, pois hmmmmmmm

é sublime!

Vamos a cozinha

Ingredientes:

  • 1 1/2 xíc abobrinha
  • 1 1/4 xíc amêndoas (em farinha)
  • 2 CS melado orgânico ou pasta de tâmara
  • 4 CS linhaça dourada moída na hora
  • 4 CS aveia fermentada
  • meia cebola picada
  • 2 CS chia
  • 3 dentes de alho pequenos
  • 1 CS sumo de limão
  • 1 cc sal
  • 1/6 xíc psyllium

Preparo:

Rale a abobrinha, passa tudo num vual e aperta bem para extrair a água. Reserve meia xícara.

O resto, coloque no processador de alimentos, com os demais ingredientes, menos o psyllium. Processa bem até homogeneizar. Coloque numa vasilha, acrescenta a meia xícara de abobrinha que reservou, e o psyllium. Massageie e deixe a magia acontecer.  O psyllium é uma fibra vegetal que absorve muita água, facilita o trânsito intestinal e para mim, é o melhor ingrediente para imitar a textura dos pães com fermento e glúten.

Depois formate, põe numa fôrma de silicone e desidrate 55 graus por 2 horas e 42 graus por 8. Tire a da fôrma, e vire o pão bumbum para cima e desidrate mais umas 4-6 horas. Com uma faca afiada, corte as fatias e deixe mais 2-3 horas desidratando.

A casa vai cheirar tão bom! E o sabor da cebola caramelizada! A textura desse pãozinho é dos Deuses. Honestamente, eu fiz muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito pão na minha vida, vegano e crudivegano, mas esse superou todas as expectativas. A Lilu amou também! Ela pega, olha, e prova de bico fino. Se ela leva embora beliscando, é que está aprovadíssimo, e não é que foi o que ela fez? Que elogio! Um abraço do lado do coração a todos vocês!

Compartilhe este Pão

Deixe uma resposta