Falafel crudi

Oiiii

Aqui eu de novo. Não sei você mas estou apaixonada por alguns elementos da cultura árabe, principalmente no que tem a ver com sua música e sua comida! Só que eu não gosto de fritura, alias, meu fígado nunca gostou. Acontece que meu marido adora alguns quitutes árabes, como falafel. Você conhece? É um bolinho, tradicionalmente feito com grão de bico (até ai, tudo bem)…. frito. As vezes assado, mas geralmente, pingando de gordura. Que seja eu ou meu marido, não desce. Alias, no caso dele, desce mas detona a pele dele que implora socorro. Ele já tem sutilizado tanto o seu estilo de vida, você precisava ver! Vegano, não fuma e quase só bebe a kombucha caseira agora, ebaaa!!

Mas reconhece que ainda fica difícil resistir a algumas coisas como queijo, chocolate e falafel! Logo corro para a cozinho e apronto com as melhores intenções pois não dá. Abrir mão do que gosta, é o caminho certeiro para o fracasso. Prefiro mil vezes oferecer alternativas do que sugerir que tira algo do cardápio. É mais fácil encarar, não é não?

Então, aqui vão umas receitinhas para você experimentar em casa.

 

Para esta primeira receita, você vai precisar de:

Ingredientes:

  • 1 xíc de sementes de girassol pulverizadas
  • ½ cc coentro (em sementes ou folhas, ou os dois se você é que nem eu!)
  • ½ cc cominho em pó
  • 2 CS cebola picadinha
  • 1 CS tahine (manteiga de gergelim
  • Sumo de meio limão
  • 1 dente de alho (ou mais…)
  • Sal marinho (a gosto)

Preparo:

Coloque os ingredientes em seu processador de alimentos, e voilà! Formate os bolinhos na sua forma mais tradicional (bolinhas achatadas). Pode comer tal qual ou desidratar por umas 2-3 h, fica uma delícia!

Creme para acompanhar:

  • 1 CS tahine
  • Sumo de meio limão
  • 1 CS azeite de oliva extra-virgem
  • 1 cc vinagre de maçã orgânico

Bater tudo no liqui et voilà!

Outros acompanhamentos:

Cubinhos de pepino, tomate, cebola e quem sabe, umas azeitonas pretas desidratadas ao sol!

Tenha sua própria experiência e me conta como ficou! Estou curiosa!

-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Agora tem essa outra receita, que gostei bastante pois você pode fazer ela com sobra de suco de vegetais ou mesmo do suco verde. Bora lá aprender.

Para esta nova receita, você vai precisar de:

Ingredientes:

  • 2 xíc polpa de cenoura (ou sobra do suco verde)
  • 1 dente de alho (ou mais !!)
  • ¼- ½ cc pimenta chili
  • ¼- ½ cc sal marinho
  • 1-2 cc cominho em pó
  • 3 xíc sementes de abóbora crua moída

Preparo:

Coloque todos os ingredientes no seu processador e homogeneíze. Forme as bolinhas e desidrate por 1 a 2 horas ou até que fique crocante por fora e quentinho por dentro. Achei um espetáculo de sabores e rapidez para ficar pronto!

O molinho que cai bem junto:

  • ¼ xíc tahine ou manteiga de sementes de abóbora
  • 2 CS sumo de limão
  • 2 CS água filtrada
  • Sal marinho (a gosto)

Bate tudo et voilà!

Esse é um prato de almoço meu típico! Vários tipos de salada, um cracker ou um bolinho saboroso e proteíco, uns molinhos incríveis e um amornado. Digo “sim” :o)

Sinceramente, amo as duas receitas, não consigo escolher o que prefiro! Ambas têm suas vantagens. Faça as duas, depois me conto!!

Divirta-se, ame-se, seja leve e feliz pois a vida é uma viagem e você decide com quais cores você vai pintar!

Os amo.

Compartilhe este Pão

Deixe uma resposta