Pão da Sophie

Pasta de Açafrão: o remédio milagroso

Entre as plantas medicinais, tem uma que adoro é o açafrão da terra:

Tem muitos motivos para amar o açafrão e a primeira notícia boa é que é super mega fácil cultivá-la! Basta botar ela na terra quando está com brotinhos, dará umas folhas lindas e o ano seguinte, retirará um monte de pequenas raízes dessas, que poderá lavar e utilizar em suas receitas!

Essa pasta é medicinalíssima!

É usada na Índia há séculos. Deve sua cor amarela aos curcuminoídes e o mais importante é a curcumina, poderoso anti-inflamatório e antioxidante. Mas, o teor de curcumina é apenas de 3%. A maior parte dos estudos sobre a curcumina usaram extratos e não a planta em si, e estudaram o impacto de 1 g por dia, o que seria muito difícil conseguir apenas com a raiz. Para obter esses efeitos maravilhosos, seria então utilizando o extrato ao invés da planta. Além do mais, a curcumina é dificilmente absorvida na corrente sanguínea. Porém, quando é consumida junto com pimenta do reino, que contém piperina, aumenta sua absorção de 2000%! A curcumina é lipossolúvel, então é uma boa ideia consumi-la num rango que contem gordura ou junto com uma gordura.

É anti-inflamatório ao máximo, podendo compará-la a remédio alopático em termo de eficácia, só que SEM os efeitos colaterais, é óbvio.

Ela aumenta a capacidade antioxidante do corpo, neutralizado os radicais livres devido à sua estrutura química. ela estimula as enzimas do corpo, desdobrando ainda sua capacidade antioxidantes.

Além do mais, ela estimula o fator neutrófico, sendo beneficial para as atividades cognitivas e para proteger de doenças do cérebro. Funciona como um fator de crescimento, favorecendo a multiplicação dos neurônios e a prevenção de “doenças” como depressão ou Alzheimer.

Sabemos que não há remédios contra Alzheimer ainda, mas parece que a curcumina previne o acúmulo de placa amilóide que é o que encontra-se nos cérebros das pessoas com Alzheimer.

A depressão é ligada a uma baixada nos níveis desse fator de crescimento e a um hipocampo murchado. A curcumina além de estimular desenvolvimento e memória, ela estimula a produção de neurotransmissores como dopamina e serotonina. Aumentando a memória, a curcumina faz você mais espert@ ainda, rsrs.

Além disso, baixe seus riscos de doenças coronárias, melhorando a função do endotélio, que é altamente vascularizado. Um estudo chegou a mostrar que a curcumina era tão eficiente quanto exercício para o sistema vascular, calcule o sucesso! E também diminui a inflamação e a oxidação, fenômenos importantes contra doenças coronárias. Num teste, mostraram que o grupo tomando curcumina teve 65% a menos de incidência de doenças coronárias.

A curcumina pode impedir e possivelmente reverter câncer, impedindo o crescimento, o desenvolvimento e a disseminação das células cancerígenas. A curcumina contribui também à morte das células cancerígenas. Num estudo com 44 homens que haviam lesões no cólon, 4 g de curcumina por dia reduziu em 40 % as lesões!

É também excelente contra reumatismos, artrose e artrite por ser um potente anti-inflamatório. Nos estudos científicos, parece que a curcumina era até mais eficiente do que os remédios alopáticos!

Para terminar essa lista absolutamente não exaustiva, a curcumina é potente anti-envelhecimento!

Bora aprender a fazer essa pasta mágica?

Vou passar duas receitas, uma com o açafrão em pó, e a outra com o açafrão fresco! YUM

Receita 1 com Açafrão em pó

Ingredientes:

  • 1/2 xíc açafrão em pó
  • 1 xíc de água (e mais 1 xíc de água em reserva)
  • 1/3 xíc óleo de coco extra virgem, primeira pressão a frio
  • 2 a 3 colheres de chá de pimenta do reino moída na hora

Preparo:

Ferve o açafrão em 1 xícara de água numa panelinha, tornando ela numa pasta grossa. Se for muito pastoso, acrescente mais água. Deve alcançar isso em 6 a 10 minutos.

No final, acrescente o óleo e a pimenta. Misture bem e deixe esfriar. Coloque em potinho hermético na geladeira. Conserva-se de 1 a 2 semanas.

Receita 2 com açafrão in natura

Ingredientes:

  • 4 cm de açafrão descascado e ralado fino
  • 2 cm de gengibre fresco ralado fino
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco
  • 1 colher de chá de pimenta do reino moída na hora
  • 1/2 xíc de água filtrada (e mais 1/2 xíc em reserva).

Preparo:

Coloque o óleo de coco, o açafrão,  o gengibre e a pimenta. Acrescente 1/2 xíc de água. Cozinhe e misture bem em fogo brando até que forme pequenas bolhas em volta  (1 a 2 minutos). Reduza o fogo e misture sem parar até formar uma pasta grossa, acrescente pequenos volumes de água conforme necessário (5 a 8 minutos). Coloque em pote de vidro hermético e deixe esfriar. Coloque na geladeira e consome em até 2 semanas.

Obs1. Pode utilizar fôrmas de gelo para obter porções (e para que dure mais).

Obs2. Devida à potência, cuidados redobrados para gestantes e lactantes.

Obs3. Talvez o sabor não lhe apeteça, mas pode usar em molhos de saladas, patês, ou fazer um leite de cúrcuma.

Leite de cúrcuma (serve 4)

Ingredientes:

  • 2 xíc de leite vegetal (coco, pecã ou amêndoa dão muito certo!)
  • 1 colher de chá de pasta de açafrão
  • 1/8 colher de chá de extrato de baunilha (opcional)
  • Melado (a gosto) ou gotinhas de estévia
  • Canela (a gosto)

Preparo:

Numa panela, diluir delicadamente a pasta de açafrão no leite. Não deixe ferver. Use um batedor. Acrescente melado, canela e baunilha no final só. E saboreia!

 

Anne-Sophie Bertrand
Me siga!
Últimos posts por Anne-Sophie Bertrand (exibir todos)
Compartilhe este Pão
Deixe uma resposta

Seu carrinho

0

Nenhum produto ainda, visite nossa loja